top of page

A escolha da escola

Atualizado: 27 de abr. de 2022

Quando se muda de um país para outro com filhos, uma das principais preocupações é a busca pela escola.


Alguém me disse uma vez que neste caso o mais importante era manter as crianças no mesmo sistema educacional. No nosso caso, Leyre estava no sistema britânico na Espanha desde os 3 anos e no Brasil continuou com o mesmo currículo.

A mudança para os Estados Unidos quebrou todos os nossos planos e ainda mais faltando apenas dois anos para ir para a faculdade.

Obviamente não encontramos opções na Bay Area e, claro, ir para os Estados Unidos e não experimentar o sistema americano também não fazia sentido.


A questão era se escola particular ou pública. Mais uma vez pesquisando na internet, encontramos uma plataforma chamada Niche. Aqui pudemos ver todas as opiniões, classificações e qualificações das escolas. Você pode filtrar por estado, cidade, tipo de escola, ano letivo. Com base nesses comentários e classificações, tomamos a decisão da escola. As escolas públicas da Bay Area são excelentes, então não tivemos dúvidas.


Depois de escolher a escola, há um distrito escolar para ir, no nosso caso foi o PAUSD em Palo Alto. No site deles você encontra todas as informações para inscrição. Por lei, as vagas nas escolas devem ser garantidas, desde que você tenha residência comprovada. Para alguns recém-chegados de outro país, a documentação a ser fornecida é: comprovante de aluguel, compra de casa, contas, notas escolares de outras escolas, passaporte (na Califórnia não é solicitado status de imigração), passaporte dos pais e atestado médico de vacinas e febre tifoide Se você não trouxer o relatório não se preocupe, os centros médicos aqui já sabem como fazer e a escola pode te dizer onde fazer caso você ainda não tenha seguro de saúde. No nosso caso, registramos 3 semanas antes do início do Ensino Médio e alguns dias antes tivemos uma reunião com o Conselheiro de sua escola para escolher as disciplinas.




O registo é muito fácil e eles são muito simpáticos! Ah, se eles não falam bem inglês... não se preocupe, tem aulas de apoio nas escolas para isso.

As três línguas oficiais da escola.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page